annahilbert

26
Sep

Planejamento não engessa, ele liberta!

Já te aconteceu de ter que se apressar entregar um trabalho em cima da hora, onde você correu, ficou estressado e nem teve tempo de comer ou ir ao banheiro?

via GIPHY

 

Isso aconteceu provavelmente porque faltou planejamento e você deixou para fazer no último minuto – a famosa procrastinação.

 

Mas isso pode ser evitado com um dos princípios mais importantes da gestão do tempo: o planejamento.
Nele você distribui suas atividades ao longo dos dias da semana, colocando numa ordem lógica e com tempo para serem feitas. Também permite que nada seja esquecido, portanto ele deve ser feito em papel, pois na cabeça além de esquecer vai sobrecarregar seu “sistema”.

 

Quem já faz adora e não consegue mais se organizar sem, mas quem não faz se divide em dois grupos: os que não sabem fazer e os que acham que vão ficar engessados.
Para o primeiro grupo deixo este vídeo onde mostro como fazer seu planejamento e para o segundo vamos seguir o papo.

 

O planejamento serve como um GPS para a sua vida, te mostra onde você quer chegar e o caminho para chegar lá. Mas é você que está no comando, como em todas as escolhas da sua vida, você é o ator principal, o protagonista e quem tem o livre arbítrio.  Se está viajando e coloca o endereço no GPS, mesmo assim pode escolher parar, desviar o caminho para ver outra cidade e até mesmo desistir da viagem e voltar.

via GIPHY

Com o planejamento é a mesma coisa, então ele não te engessa. E não precisa ser rigoroso consigo mesmo, vai ter vezes (e muitas vezes) em que vai alterar o rumo, seja porque surgiu um imprevisto ou uma proposta mais interessante, seja porque não está bem naquele dia, seja porque não conseguiu fazer tudo e vai ter que passar atividades para outro dia ou mesmo ter um tempo livre e antecipar atividades do dia seguinte. Não é porque está escrito ali e não deu para fazer que precisa se descabelar ou ficar ansioso ou sentindo-se culpado. Ele não está escrito em pedra, e sim em papel ou numa nota eletrônica justamente para podermos alterar. 

via GIPHY

 

Mais uma situação que nos mostra que o planejamento traz liberdade: eu tenho um trabalho para entregar na sexta e coloquei no planejamento para fazer na quarta (princípio da antecipação), mas nesse dia estou com dor de cabeça e não quero fazer, mas eu ainda tenho escolha de fazer na quinta. Se eu deixar para fazer na quinta a noite e estiver com dor ou acontecer qualquer outra situação eu não vou ter escolha, serei obrigada a fazer assim mesmo. Eu prefiro planejar quando eu quero fazer as coisas, e você?

via GIPHY

 


ESTE TEXTO FOI ESCRITO POR SUZANA DIAS!
Artesã e criativa desde sempre, empreendedora desde muito cedo, consultora de organização pela OZ!, especialista em produtividade e gestão de tempo por Christian Barbosa, Coach de produtividade pelo IBC, estudiosa e pesquisadora de autoconhecimento, sua missão é ajudar na qualidade de vida, organização e produtividade das pessoas para que otimizem suas atividades, realizem seus projetos e sonhos e ainda tenham mais tempo para apreciar as coisas que realmente importam na vida.

22
Aug

Ferramentas para organizar seu trabalho online

Muitos empreendedores têm dificuldade em fazer a gestão de todo o seu trabalho e ainda cuidar do próprio marketing. Neste post vou te mostrar as ferramentas que vão te ajudar a organizar seus trabalho com marketing para ter mais tempo para focar em outras partes do seu negócio criativo.

 

Quando falamos em marketing de conteúdo, agilizar e organizar o trabalho todo pelo computador já facilita muita coisa. Por tanto, se você é adepta ao papel e caneta, tenha em mente que usar a tecnologia (neste caso) vai te trazer mais produtividade. Estas são as ferramentas que vão fazer seu trabalho ser mais organizado e ainda vão te deixar um tempo livre para fazer outras coisas!

 

Evernote

Para criar conteúdos é necessário pesquisar, buscar referências e aprender mais. Para organizar a pesquisa você pode utilizar o Evernote. Se estiver no celular ou no computador, você pode salvar sites e artigos de blog para cadernos específicos dentro da ferramenta. Você também pode salvar fotos ou digitalizar papéis e salvar por lá.
Digamos que você esteja lendo um livro – ao invés de salvar suas anotações em um papel, guarde tudo no Evernote (seja em foto ou digitando texto) para poder ter acesso facilmente depois.
No computador o Evernote tem um plugin para Google Chrome chamado Webclipper – com ele é super fácil guardar artigos, imagens e pdfs para organizar sua pesquisa.

No vídeo abaixo (ative a legenda em português) você consegue ter uma visão de como o Evernote pode te ajudar a organizar seu negócio.

 

Todoist

Organizar tarefas também faz parte do processo, por isso eu indico o Todoist – uma ferramenta super simples e completa ao mesmo tempo, que vai te ajudar com as tarefas. Lá você pode criar projetos e listar as tarefas, além de categorizar o que é mais importante. Você também pode definir prazos, anexar arquivos, notas e imagens. A versão gratuita é boa, mas a premium não é tão cara e vale muito  a pena.

If This Than That

Você também pode usar o IFTTT, uma ferramenta online que automatiza sua vida virtual. Na tradução livre quer dizer “se isto, então aquilo”, e na prática é mais ou menos assim – marquei um email como importante no Gmail, então o aplicativo vai salvá-lo em um caderno no meu Evernote. Postei uma foto no Instagram, então o app vai salvar a foto no meu Google Drive. São inúmeras as combinações que a ferramenta faz, no site você encontra quais contas podem ser conectadas e pode brincar com as combinações.

A ferramenta é em inglês.

Hootsuite

O mais básico de todos é usar um gerenciador de mídias sociais. Gosto muito do Hootsuite, pois ele engloba todas as redes que mais usamos, além de facilitar o trabalho em equipe. Com ele é possível agendar as postagens em Facebook, Twitter, Google +, LinkedIn, Instagram e até no Pinterest, além de poder gerenciar seu canal no youtube, conta do WordPress, do Gmail, do Google Drive e por aí vai.
Uma ferramenta super completa.

 

Para todas as ferramentas eu indico que você faça um teste por uma semana antes de optar por versões pagas. Eu uso as versões premium pois meu fluxo de trabalho é grande. Seja também uma pessoa curiosa e leia os blogs dessas ferramentas – sempre tem conteúdo interessante e dicas de como tirar melhor proveito dos aplicativos.

 


Consultora, coach e criativa na Clockwise. Especialista em comunicação e marketing digital. Possui formação em Practitioner em PNL e Coach pela Academia Internacional de Coaching Integrativo Sistêmico. Através de consultorias, cursos e coaching, ajuda pequenos e novos empreendedores a estimularem sua criatividade e desenvolverem seus negócios. É colunista do blog da Elo7, além de Embaixadora Oficial do Hootsuite e Líder de Comunidade Evernote.

14
Aug

Como Organizar as Ideias

 

Estamos na Era da Informação, onde olhamos nos deparamos com alguma imagem, vídeo, texto ou áudio. Todos (ou quase todos) recheados de coisas interessantes. E os produtores desses conteúdos não são só gente da mídia, como jornalistas, atores, escritores, etc. São gente como a gente, que graças a internet estão podendo mostrar ao mundo suas ideias.

Isso é fantástico e ao mesmo tempo assustador. Pois como vamos ficar de fora de tudo isso, de consumir informações legais de graça ou com preço camarada e no conforto de nossas casas? Não podemos, então temos que ver tudo, abraçar o mundo e as oportunidades. Se isso é bom ou ruim, o que vai determinar é a quantidade de informações que estamos consumindo e o que elas estão fazendo com a nossa mente.

Explico: primeiro que todo excesso é ruim, até mesmo de água; segundo que todas essas novas informações nos levam a formar novas conexões mentais, criar novas ideias ou aplicar a que vimos. Vimos uma receita de bolo e logo linkamos com a de sorvete que vimos em um outro lugar e queremos correr fazer. Aí quando vamos procurar a receita para conferir os ingredientes vemos outras receitas, que parecem ser mais interessantes. Aí vem a dúvida, temos tantas opções para escolher que não agimos, não escolhemos nada. Perdemos tempo e energia bolando mentalmente todas as possibilidades, mas não fazemos nada pois ficamos perdidos.

E isso não se aplica somente ao que vamos comer. Inclusive, esse é o motivo de porque o Steve Jobs usava o mesmo estilo de roupa. Uma que era seu estilo, e outra era evitar ficar perdido entre tantas opções para escolher. O processo de decisão é bem amplo e em breve vou falar mais sobre isso por aqui, mas hoje eu queria ser mais específica com o excesso de ideias para trabalhos criativos.

Imagina uma pessoa com dons manuais. Ela está assistindo TV e vê uma toalha interessante na mesa, logo já sente vontade de fazer uma. Olha que tem alguns tecidos e resolve procurar mais ideias na internet. Joga no Google ou entra no Pinterest (perdição total para mim também! rs) e encontra mais e mais modelos. Vai para o centro comprar tecido e vê que também é possivel fazer um abajour, uma capa para sofá, encapar caderno. São muitas opções, e isso é maravilhoso, ainda mais porque ela tem os dons para fazer tudo isso. Só que o trabalho de criar um produto acaba ficando tão grande, tão cheio de possibilidades, que acaba não sendo feito.

Apesar de isso ser frustrante, é normal. E se chama paralisia decisória, onde a pessoa simplemente não faz nada, pois não consegue escolher o que fazer, como no exemplo do bolo. Temos ainda o meio termo disso, onde a pessoa consegue fazer várias coisas, mas como acaba sobrecarregada não termina nada, tem muitas iniciativas e poucas acabativas. Nesse exemplo ela poderia ter comprado todo o material, ter começado a toalha, o abajour e o caderno, mas não terminado nenhum. Também frustante e muitas pessoa acabam com um sentimento de incapacidade. Ela é capaz sim, mas de fazer uma coisa por vez, não tudo ao mesmo tempo. E usado um bom planejamento para isso, vamos ver como.

Mas, antes, veja este vídeo em que falo um pouco mais sobre o investimento de energia nas tarefas:

Colocando a ideia na agenda para que ela seja feita!

Continuemos no exemplo da artesã, ela decidiu fazer essas três peças novas. Já comprou o material e vai se planejar para as etapas.

Primeiro usando uma ferramenta (um caderno físico ou digital) para descarregar as ideias. Escrever tudo que viu e gostaria de fazer, guardar fotos de referência, tudo que ela julgar importante. Será a morada das ideias, assim elas não fogem e também não ficam ocupando lugar na sua cabeça.

Depois que está com a cabeça livre para a criatividade, vai focar na produção toalha. Separar o material e colocar as atividades na agenda. Dica importante: o que não está na agenda não é feito. Sempre vamos falar de agenda e planejamento por aqui, pois além de amplo é um assunto muito importante, vai mudar sua vida, vai por mim! 😉

 

Vamos entender, de uma vez por todas, o que é agenda!

Agenda: pode ser de papel ou digital, o que você gostar mais. E o que vamos anotar nela? Começamos pelos compromissos, como médicos e reuniões, que tem hora marcada. Depois vamos para atividade que precisam ser feita naquele dia mas não tem uma hora exata para acontecer, como ligar para um amigo pelo aniversário dele. E a grande maioria das pessoa para aqui. Mas para garantir que aquela sua ideia seja realmente começada e acabada, que você a conclua e fique feliz e realizada, vamos incluir os passos de execução na agenda.

Confira no vídeo mais dicas de como organizar sua agenda:

 

 

Sim, os passos!

Afinal, fazer uma toalha não é uma atividade que fica pronta na hora. Separe por exemplo a segunda a tarde para separar os tecidos e outros materiais, lavar, passar o que mais tiver que ser feito. Na quarta a tarefa será cortar o tecido no tamanho correto e alinhavar. Na quinta passar a maquina, e assim por diante. Claro que a pessoa que está acostumada a fazer isso sabe de todos os passos, o problema é que não coloca no seu planejamento. Aí fica parecendo uma atividade pequena, SÓ fazer a toalha, só que é uma atividade grande e requer mais tempo. Ter essa noção de tempo é fundamental, para não ficar sobrecarregada, com estresse e evitar urgências.

 

Esse planejamento serve para tudo, para organizar a rotina e afazeres de casa, para criar um curso ou apresentação, para fazer um relatório, para preparar suas mídias digitais, para estudar, para tudo!

 


Este texto foi escrito por Suzana Dias!

Artesã e criativa desde sempre, empreendedora desde muito cedo, consultora de organização pela OZ!, especialista em produtividade e gestão de tempo por Christian Barbosa, Coach de produtividade pelo IBC, estudiosa e pesquisadora de autoconhecimento, sua missão é ajudar na qualidade de vida, organização e produtividade das pessoas para que otimizem suas atividades, realizem seus projetos e sonhos e ainda tenham mais tempo para apreciar as coisas que realmente importam na vida.

28
Oct

Lições de Whiplash para Empreendedores

Uma palavra define Whiplash: SENSACIONAL!

Estava muito curiosa para assistir ao filme Whiplash, pois o trailer já trás uma ótima ideia do que se passa na trama. A história foi melhor do que eu imaginava e não pude deixar de comparar algumas situações ao dia a dia de um empreendedor.
No filme, Andrew é um estudante de música que encontra Fletcher, um professor altamente exigente. Para fazer parte da disputada banda do professor, Andrew precisa suar, treinar e até sangrar em cima da bateria. Sim, meus caro, as cenas de sangue existem – exageradas, porém intensas.

O longa poderia ser só mais um na estante – ou nos iPads – de empreendedores. Apenas mais uma história legal. Mas o filme é mais do que isso, é uma lição de vida. Por isso, compartilho com você as lições que tirei de Whiplash para quem é empreendedor

1) Dedicação

Quer alcançar um objetivo? Riscar aquela tarefa interminável da sua lista? Então, meu bem, dedique-se!
Sim, a vida não é fácil e todo mundo sabe. Mas empreender é ainda mais difícil, por isso algumas escolhas devem ser feitas.
Ou você assiste a nova temporada de House of Cards, ou você dedica essas horas ao seu projeto.
Ou você fica trocando vídeos engraçados no Whatsapp, ou você conquista novos clientes para sua empresa.
A escolha é sua e o retorno é seu. Dedicação ao seu negócio é uma obrigação.

2) Prática

Você conhece aquele ditado sobre a prática levar à perfeição, não é?!
Josh Kaufman, escritor e palestrante, é um entusiasta da prática em pouco tempo. Ele afirma que é possível ser habilidoso (ou adquirir uma habilidade) em algo se você praticar por 20 horas. Dedique tempo nos seus dias para praticar aquilo que vai levar você ao topo, que vai ajudar você a conquistar aquele objetivo. Para ser um empreendedor é preciso conhecer várias áreas como marketing, networking, administração, entre outros.
Procure focar algo que seja extremamente necessário no momento e pratique. A palestra de Josh pode ser interessante, caso você tenha pouco tempo para praticar.

3) Não se prenda à técnica

Você pode até praticar a técnica, mas precisa ter jogo de cintura para sobreviver à algumas situações. Por tanto, aprenda a improvisar.
Saia do lugar-comum, pense além da caixa e converse com outras pessoas. A vida pode jogar no seu colo uma batata quente que não estava descrita no manual do empreendedor, e aí você precisa encontrar uma solução ou se deixar queimar. Leia casos de sucesso e de fracasso, assista palestras, leia livros e preveja obstáculos no caminho. Assim, você pode ficar preparado para os “ups and downs” do caminho.

4) Humildade

Não importa se você é o bã-bã-bã no seguimento. Não importa quantos cursos fez, em quais lugares esteve, quais pessoas conhece. Nada disso importa se você não tiver humildade. Você é bom em alguma coisa, é claro que sim! Mas não precisa bater no peito e espalhar aos quatro ventos. Deixe que seu trabalho fale por você, que seus resultados falem por você e o mais importante: que seus clientes falem deste “todo-você”.

5) Tenha um mentor

Seria muito bom ter a fórmula mágica do sucesso, não acha?! Pois é, essa ninguém tem, nem mesmo quem já chegou no topo.
Cada caso é um caso, mas é importantíssima a presença de um mentor na sua trajetória. Alguém que já penou, já caiu várias vezes e que levantou bonito, sacudiu a poeira e se reergueu. Procure por alguém a quem se espelhar e aproxime-se. Pessoas de sucesso têm muito o que compartilhar e podem dar bons conselhos, além de conhecer pessoas interessantíssimas.

6) Desafie-se

Assim que o filme acabou meu primeiro pensamento foi: “Eu deveria ter um Fletcher interior!”. O cara é barra pesada com os alunos e extremamente exigente e, olha, às vezes falta um puxão de orelha em nós mesmos, não acha?
Seja seu melhor encorajador e não deixe o conformismo e a comodidade atingirem seu desempenho.

Você vai entender tudo isso quando assistir ao filme. Vai por mim!

E se já assistiu, comente quais as lições que você tirou de Whiplash!

kit-crie-sua-buyer-persona

 

27
Oct

Share: superando expectativas

Tive a oportunidade de representar o Empreendedorismo Rosa no Share – um evento sobre mídias sociais e tudo que envolve a área como comunicação, marketing e boas histórias. Muitas coisas faladas pelos palestrantes confirmaram boa parte das práticas que já aplico com meus clientes, e isso é bom! Mas também pude aprender coisas novas, como na palestra do LinkedIn, com Cristiano Santos.

Fiz vários posts no Twitter, mas vou compartilhar aqui algumas das minhas anotações!

Palestra – Redes Sociais pra quê?

Com Nelson Leoni

– É importante pensar no lado humano das redes sociais. Estamos conectados à pessoas e não à aparelhos.
– Marcas precisam ser relevantes para as pessoas entregando algo que desejam.
– As mídias sociais devem ser consideradas em todas as áreas da empresa, não somente no marketing e comunicação.
– Ser relevante é conseguir impactar com o conteúdo certo, no momento certo o usuário certo!
– Personalizar sempre.
– Monitorar sempre.
– O bom atendimento é a cereja do bolo.

Palestra – Solução > Digital

Com Augusto Argenti

– O que o cliente quer comprar deve ter valor percebido.
– Quem não for bom perde espaço para quem tem melhor performance.
– Empresas precisam se valorizar como prestadoras de serviço.
– É mais valioso ter relacionamento do que ter apenas uma marca valiosa.
– A mudança de paradigma faz com que o valor do negócio se altere.
– Se seu negócio tem aderência ao mobile, está no caminho certo.

Palestra – Storytelling não é só modinha!

Com Bruno Scartozzoni

– Histórias são sempre sobre pessoas.
– Histórias fogem da rotina.
– Histórias sempre mostram processos.
– Histórias apresentam situações de desvantagem (conflito).
– Histórias vão do específico para o universal.
– Histórias não são sobre marcas e produtos, mas essas coisas podem fazer parte.
– Histórias capturam a atenção e engajam / são eternas / estão na moda

Apresentação da pesquisa sobre os profissionais de mídias sociais no Brasil

Com Luis Yassuda e Tiago Yonamine

Os dados podem ser encontrados aqui.
O que mais me chamou a atenção:
– O salário das mulheres é inferior ao dos homens.
– As mulheres têm uma pretensão salarial menor também (mulherada, bora mudar isso aí!)
– Os profissionais usam o Facebook para se informar, ou pesquisar conteúdos. Como assim? O Facebook não é tudo galera, apps como o Flipboard e outras redes como o Twitter, YouTube e Pinterest são grandes fontes de informação, assim como sites e blogs. Não podemos deixar de lado também os jornais e revistas.

Palestra – Mídias Sociais e a influência no processo de decisão do consumidor

Com Pedro Ivo Rogedo

– É preciso sair da visão de somente comunicação e entrar no campo do mkt.
– É um erro acreditar que as mídias sociais vão salvar um negócio em decadência.
– O objetivo não é ter uma fanpage (cheia de fãs), mas sim vender seu produto.
– Não consigo engajar com quem eu não conheço.
– É preciso fazer um diagnóstico sobre como a marca está hoje, quais os canais utilizados, etc.
– Nunca houve mídia grátis.

Palestra: LinkedIn, eu escolho você!

Com Cristiano Santos

Esta palestra foi tão divertida que eu acabei prestando mais atenção do que anotando!
Mas basicamente o Cristiano desmistificou o LinkedIn, mostrando que não é uma plataforma complicada – muito pelo contrário, ela é fácil de usar e fácil de engajar o público.
Algumas dicas básicas:
– Preencher o resumo, usar uma boa foto, participar de grupos, publicar conteúdo relevante, mudar o texto padrão quando adicionar alguém.
Em breve falarei mais sobre o LinkedIn, ok?

Palestra: Social Media em mega corporações: os desafios e vantagens

Afonso 3D

Esta palestra foi mais focada para os profissionais que trabalham dentro de empresas, mas algumas dicas são legais:
– Tenha uma estratégia para o cliente
– Faça testes
– Monitore e acompanhe os números
– Inove – saiba o que o mercado tem de novo.
– Faça o cliente feliz
Se o Share passar pela sua cidade, não hesite! O evento superou minha expectativa e foi incrível. Uma grande oportunidade para estar em contato com palestrantes de alto nível (e super acessíveis!), além de trocar ideias com gente que tá no mesmo barco.
Meus parabéns à organização e aos palestrantes, foi demais!

Vou fazer mais alguns posts sobre os assuntos em breve!

Conta pra mim nos comentários o que mais te deixa em dúvida na hora de usar as mídias sociais para o seu negócio!

 

mídias-sociais-para-criativos

 

26
Oct

7 Lições Que Aprendi Com O Demolidor

Me rendi às histórias de super heróis. Tenho um parceiro que já leu quase todas as histórias em quadrinhos do universo (olha o exagero!) e que manja muito de super heróis. Passei a curtir conhecer mais sobre este universo pois a gente consegue tirar boas lições tanto dos heróis quanto dos vilões. Tenho acompanhado o canal do Omeleteve no YouTube e eles me deixaram com muita vontade de assistir a nova série do Demolidor, no Netflix.

Os viciados em séries entenderão que eu comecei a assistir e só parei no último episódio – foi maratona mesmo! Das histórias, tirei algumas lições para compartilhar com vocês, empreendedores do meu Brasil varonil! Não vou dar spoilers – se você assistiu vai entender do que falo e se não assistiu, assista o primeiro episódio ainda hoje (sério, é bom demais!).

Tenha uma equipe

Amigos, parceiros, colaboradores – todos juntos por uma mesma causa: o crescimento do seu negócio! Compartilhe a missão, visão e valores da empresa com quem faz parte dela e deixa todos sentirem a vibe positiva que você quer passar. Murdock conta com a ajuda de Page e Foggy, grandes parceiros e aliados que o ajudam a lutar pela justiça!

Tenha um propósito

Entenda o objetivo de cada novo projeto e estabeleça um propósito maior para tudo o que você vai fazer. Isso vai orientar seu trabalho, como se fosse uma missão a ser alcançada e para chegar lá você precisa vencer alguns desafios, conquistar algumas metas e fazer valer cada conquista. Murdock tem um grande objetivo que orienta cada passo que dá, o lance é quase estratégico e cheio de altos e baixos, mas no final tudo vale a pena.

Seja persistente

Sabe aquele momento em que as coisas ficam meio difíceis, complicadas e você considera desistir da sua missão, dos seus objetivos (jogar a toalha e não olhar para trás!)? É nessa hora que você tem que levantar a cabeça, arregaçar as mangas e partir pra cima. Não desista, persista.
O Demolidor apanha, e muito! Ele faz coisa errada, ele pisa na bola, mas não desiste. E ele não tem super poderes não, ele é gente como a gente. As coisas não são fáceis, eu sei… mas é aí que você mostra todo o seu gingado, dá a volta por cima e é só sucesso.

Não espalhe seus planos

Minha avó sempre diz que as pessoas não precisam saber dos nossos planos, podemos contar quando tudo já estiver resolvido! E em alguns casos isso realmente faz sentido (diz aí se você já não teve uma experiência dessas?). Guarde suas ideias e novos projetos e divulgue quando for realmente a hora. Algumas informações, se liberadas antes da hora, podem acabar perdendo o sentido ou não sendo mais uma surpresa. No seriado, por vezes Murdock fala demais e acaba estragando seus próprios planos.

Tenha um treinador

Talvez você tenha um baita potencial, mas não sabe como usá-lo ou nem tem noção de quão bom é. Um treinador, ou um mentor, pode te orientar pelo caminho que vocês escolher – seja na área empreendedora ou pessoal. Escolha alguém que possa te ensinar muito, mas sem dar o peixe… você precisa aprender a pescar. O Demolidor, quando criança, foi acolhido por um senhor também cego e que o treinou e preparou para sua missão.

Essas foram as principais lições que pude tirar do seriado para minha vida empreendedora.

Você assistiu a série? Deixe nos comentário o que também aprendeu com o Demolidor!

kit-crie-sua-buyer-persona

 

 

25
Oct

Hootsuite: a melhor plataforma de gestão de redes sociais ever!

“Não somos apenas uma plataforma de relacionamento em mídias sociais. Não somos apenas uma empresa de tecnologia. Somos criadores, inovadores e desenvolvedores dedicados a revolucionar a comunicação.”

É assim que se descreve a galera da melhor plataforma para gestão de redes sociais – o Hootsuite. Como não amar? A gente percebe bem essa cultura inovadora e criativa nas postagens do blog e redes sociais da empresa, bem como no atendimento aos clientes.
A empresa, que já tem oito anos, faz parte da minha há uns três e passou por muitas melhorias, sempre deixando a plataforma atualizada e conectada com as novidades das mídias sociais.

O Hootsuite vai muito além do agendamento de postagens – ele facilita o trabalho em grupo, organiza e conecta as redes sociais, oferece relatórios, tem versão mobile (que ganhou uma mega atualização recentemente) e ainda um app para o navegador que facilita o compartilhamento de conteúdo.

Sabe aquele post bacanudo que você escreveu e quer compartilhar com seus seguidores? Você entra em cada rede social, copia e cola o texto, faz o upload da foto, compartilha e depois volta de tempos em tempos para ver quem comentou ou curtiu. Você leva um bom tempo para fazer tudo isso, não é?! No Hootsuite você escreve o texto uma vez só, sobe a imagem uma vez só e compartilha com todas as redes sociais que quiser. Tudo com um clique. Ah, e o acompanhamento do sucesso do post é em tempo real, em uma mesma tela.

Para contas PRO é possível convidar pessoas para trabalhar com você, então sua equipe pode administrar os conteúdos e agendamentos e ainda analisar as estatísticas fornecidas pela plataforma.

O Hootsuite realiza muitas outras tarefas interessantes e eu vou compartilhar sobre elas com vocês! Não só porque adoro a plataforma, mas também porque tenho a honra de Embaixadora do Hootsuite e quero muito espalhar o #HootLove por aí.

Nesse vídeo eu falo sobre como usar a plataforma:

Gostou? Então prepare-se porque vai ter muito mais!

6-passos-para-promover-conteúdo

 

24
Oct

Qual Conteúdo Devo Postar no Facebook?

Qual Conteúdo Devo Postar no Facebook?

O marketing de conteúdo é a peça principal na comunicação em redes sociais. O investimento de tempo e dinheiro valerá muito mais se o planejamento estratégico contar com um com trabalho em marketing de conteúdo.

Estas estratégias irão variar de acordo com cada empresa ou marca, mas aqui estão algumas ideias infalíveis de conteúdo para Facebook.

Defina seu público

Quanto mais (e melhor) você conhecer sua audiência, mais fácil é desenvolver um conteúdo de valor. Digamos que sua empresa seja uma papelaria, tendo um público bem variável. Você pode variar os nichos e trabalhar, por exemplo, focando em jovens artistas, caso queira vender materiais como tinta, pincéis, lápis, papéis, etc. Produza conteúdo que ensine algo à eles e você pode conquistar novos clientes, além de fortalecer o relacionamento com quem já é seu fã. Crie seu buyer persona.

Seja humano

Os primeiros livros sobre marketing digital aconselhavam que empresas deveriam manter uma postura mais séria nas mídias digitais. Hoje essa “regra” não vale mais. As pessoas querem conversar, querem interagir, quererem socializar… e querem fazer isso com outras pessoas. Portanto, converse com seu público e procure utilizar textos em 1º pessoa.

Capriche no visual

As imagens têm destaque no feed de notícias do Facebook e não é à toa. O conteúdo visual é atrativo e, caso você não queira produzir imagens, pode encontrá-las em bancos gratuitos (ou pagos) de imagem. Se você quiser produzir seu próprio conteúdo visual, saiba que a com um smartphone na mão se possível ter imagens incríveis. Utilize aplicativos de edição como o Pixrl ou A Beatiful Mess, ou o próprio sistema do Instagram.

Conte histórias

As pessoas amam uma boa história, por isso conte para seu público as novidades da sua empresa. Faça com que as pessoas se identifiquem com sua história, com as situações do dia a dia, ou do produto/serviço que você oferece. Esta é uma excelente maneira de criar engajamento.

Não peça por curtidas

Evite o famoso “curta e compartilha” em seus textos. Se seu conteúdo for interessante para seu público, sem dúvidas de que os fãs irão compartilhar e curtir sem que você peça. Crie conteúdo de valor e cative seu público.

Criar conteúdo para o Facebook pode parecer fácil, mas a prática vai lhe mostrar que somente com muito trabalho, testes e análises, seus objetivos serão alcançados.

Procure sempre oferecer valor ao seu público e sua página terá muito sucesso!

 

mídias-sociais-para-criativos

 

 

23
Oct

Primeiros passos para um blog de sucesso

Blog de sucesso – Os primeiros passos!

Ok. Então você já definiu o tema do seu blog, organizou o layout, fez algumas postagens, mas a audiência não aparece!
Todo e qualquer negócio online (ainda que o blog seja para você um hobbie, ele é um negócio!) deve aproveitar as mídias sociais e usá-la da melhor forma para divulgar seu produto ou serviço.

Nós separamos algum pontos básicos para que você construa a marca do seu blog e obtenha visibilidade nos primeiros dias de “vida”!

Use um único nome

Se o seu blog se chama “Terra da Costura”, mas em sua fanpage consta “Maria1945_” é certo que poucas pessoas irão encontrar seu blog no Facebook. Procure usar um mesmo nome para todas as mídias sociais em que aparecer. Seguindo o exemplo, as contas no Instagram e Twitter seriam @TerraDaCostura, e a URL do Facebook seria /terradacostura. Sincronize!

Compartilhe conteúdo de outros bloggers

Nós acreditamos na soma. Se você faz algo incrível para uma pessoa, as chances dela retribuir a ação são muito grandes. Isso acontece no mundo digital. Indique outros blogs em suas postagens nas mídias sociais, interaja com blogueiros do seu ramo (e até de outros ramos também) e relacione seu conteúdo ao deles.

Ver para crer – não, ver para encontrar!

Seu blog e suas postagens possuem botões de compartilhamento? Não?! Então não perca tempo e adicione botões de Facebook, Google+, Pinterest, Twitter, entre outros. Vale também acrescentar os boxes dos seus perfis nas mídias sociais. Essa é a forma mais fácil e prática de impulsionar seus leitores a seguirem você e a compartilharem seu conteúdo.

Ô abre o Pinterest, que eu quero pinar!

Seu blog explora o uso de imagens? Então o Pinterest vai bombar os acessos! Se você compartilhar seus posts (cuidado para não ser exagerado e compartilhar tudo de uma vez) com seguidores desta rede social, eles irão replicar o conteúdo, e replicar, e replicar…. e claro, gerando tráfego para seu blog. Isso vale também para as outras redes sociais. Compartilhe suas produções!

Esteja em todos os lugares

Quer ter visibilidade? Então use e abuse das mídias sociais. Procure criar perfis em diversas redes e nunca deixe de compartilhar conteúdo por meio delas. É muito bom aparecer onde as pessoas estão, mas é você deve ser notado! Não deixe a peteca das postagens cair e atualize suas redes sempre.

Espero que seu blog faça muito sucesso! E se já faz, que tal compartilhar mais algumas dicas?

Se você curtiu esse post, deixe um comentário!
Até a próxima!

6-passos-para-promover-conteúdo

 

22
Oct

Coloque suas mídias sociais nos eixos

Mídias Sociais nos eixos

É Facebook, é Twitter, é LinkedIn, é Pinterest, é Instagram, é YouTube, é rolo, confusão e coisarada!

Uma vez que você decidiu colocar sua empresa nas mídias socais precisa manter o ritmo e não deixar a peteca cair. Mas produzir um conteúdo de qualidade e com frequência pode consumir tempo preciso do seu trabalho. Só pode, não deve, ok?


Eu já fiz um vídeo falando de como eu organizo meu trabalho em mídias sociais e hoje quero aprofundar o tema falando sobre a produção de conteúdo e o agendamento de postagens, vamos lá?

Busque por inspiração

A produção de conteúdo exige muita criatividade, pois não é fácil ter imagens/textos/vídeos quase que diários com assuntos diferentes mas dentro de um mesmo tema. Por isso, a inspiração é necessária.

Eu costumo tirar um tempo no meu dia (geralmente no meio da tarde e antes de dormir) para fazer uma pesquisa geral pela web, consumindo conteúdos tanto do meu nicho quanto de outros nichos como decoração, música, história, cinema, artesanato, etc.

Fazer esta “pesquisa” atiça a criatividade, amplia sua visão e aquele ‘click’ para uma ideia que faltava pode surgir.

Confira estes canais no YouTube que eu amo:

Ann Le {Anneorshine}
Canal Nostalgia
Danielle Noce
Jacaré Banguela
Omeleteve

Painéis no Pinterest para te inspirar:

DIY
Ilustração
Tattoo
Doodling
Cores
Frases

Planejar nunca é demais

Pelo contrário, o planejamento é a chave para que você consiga produzir conteúdo, organizar sua agenda e ter tempo para focar no seu trabalho. Você precisa definir o objetivo de usar as mídias sociais para sua empresa (pode ser mais de um), elaborar uma campanha, estabelecer tarefas, aplicar e então mesurar os resultados.

Difícil? Não! É uma questão de hábito e de estudo. Se você não pode, no momento, bancar uma agência ou um freelancer para te ajudar com este trabalho é bom pesquisar e estudar bastante – ficar no ‘achismo’ não vai ajudar sua empresa a crescer!

Eu elaborei um material para ajudar você a definir o planejamento mensal do trabalho em mídias sociais. São exercícios e planilhas úteis para que você organize as ideias e faça acontecer!

Faça o download clicando na imagem:

 

planejamento-express

 

 

Pode parecer clichê, mas o calendário de postagens é mega útil!

Primeiro, porque você tem noção de qual conteúdo postar, quando postar e em qual rede social.
Segundo, porque você pode tirar um período do dia e elaborar todo o conteúdo da semana (ou do mês) e agendar as postagens.

Dependendo da demanda, você pode demorar mais – ou menos – para produzir os conteúdos, mas se você já pré selecionou os temas a serem criados, o caminho fica mais fácil.

Tire um dia (e eu aposto no sabadão!) para fazer um brainstorm de ideias, pesquisar datas comemorativa, ler algumas revistas e definir as postagens para a semana (ou mês).

Eu gosto de organizar o calendário no papel e escrever os textos no Evernote, por isso incluí no material de download um calendário para você organizar suas ideias de postagens.

Poupando tempo precioso

Ok. Então você já investiu um bom tempo para organizar a campanha, fazer pesquisas, elaborar o calendário e escrever as postagens. Agora você vai precisar entrar todos os dias, em horários específicos, em cada mídia social para poder postar o conteúdo, certo? Errado!

Tirando a fanpage do Facebook, que oferece o serviço de agendamento de posts, as outras redes sociais (e grupos do Facebook) não trabalham com esta possibilidade. Por isso eu sou cliente PRO da Hootsuite – uma plataforma que oferece agendamento de posts em várias redes sociais e integração com aplicativos como WordPress e Mailchimp.

Funciona assim: você adiciona todas suas contas em mídias sociais e pode organizar em ‘abas’ – cada ‘aba’ pode conter até 10 colunas. Eu, por exemplo, uso uma aba para cada cliente (se precisar crio duas) e adiciono as colunas que preciso como por exemplo posts agendados para Facebook e Twitter, menções do Twitter, posts agendados para o grupo no LinkedIn, timeline do Instagram (somente para monitoramento, já que o Hootsuite ainda não oferece agendamento de imagens no Insta) e canal do YouTube. Assim, consigo ver em uma só janela tudo o que está acontecendo nas mídias sociais do meu cliente.

Você pode criar uma aba com todas as colunas de uma mesma rede social, ao invés de misturar todas em uma mesma aba.

Digo isso, porque você pode, por exemplo, criar uma coluna com a timeline da fanpage do Facebook, uma coluna com os posts agendados, uma coluna com as mensagens recebidas na fanpage,etc.

Veja o exemplo de uma aba que uso para monitorar as minhas mídias sociais:

exemplo
Analise os resultados

Tudo lindo, tudo bonito, organizado, planejado, agendado e agora é só relaxar e curtir o tempo livre! Nana nina não!

Você precisa ficar atento ao que está acontecendo no momento que o post está ‘rolando’ na timeline do seu público e também levantar os dados ao final da ação.

Esta análise vai te possibilitar entender quais conteúdos deram certo, o que pode ser melhorado para a próxima ação, qual o nível de engajamento do seu público e como foi a conversão da ação para alcançar o objetivo estabelecido.

Recapitulando: faça um planejamento das suas ações, pesquise e inspire-se, crie um calendário de conteúdos, agende as postagens e analise os resultados!

Faça o download do material que preparei especialmente para você!

planejamento-express